Actas do Quinto Congresso da Associação Internacional de Lusitanistas: Oxford, 1 a 8 de Setembro de 1996

Autores

AIL PRESS

Sinopse

O presente volume é constituído por cento e noventa e sete comunicações apresentadas no 5“ Congresso da Associação Internacional de Lusitanistas, que se realizou de 1 a 8 de Setembro de 1996 no Colégio de Christ Church, da Universidade de Oxford.
 
Participaram no Congresso cerca de duzentos e cinquenta lusitanistas, oriundos dos seguintes países: Angola, Áustria, Alemanha, Bélgica, Brasil, Dinamarca, Espanha, Estados Unidos da América, França, Grã-Bretanha, Holanda, Índia, Itália, Moçambique, Nigeria, Polónia, Portugal, República Checa, Roménia, Suécia e Suíça.

A realização do Congresso e a publicação destas Actas deve-se, no que toca ao patrocínio e apoio financeiro, à generosa comparticipação de várias instituições particulares e governamentais, que mencionamos em lugar próprio neste volume e às quais gostosa e penhoradamente aqui agradecemos.

Por outro lado, a organização do Congresso, e a publicação das Actas em volume, só foram possíveis graças ao esforço e à dedicação de muitas pessoas. Em primeiro lugar, queria agradecer aos membros do Conselho Administrativo da Associação a ajuda valiosa que prestaram, especialmente o Presidente da Associação, o Prof. Helder Macedo, e os dois Secretairios-Gerais/Tesoureiros com quem tive o privilégio de colaborar, os Profs. Carlos Ascenso André e Sebastião Tavares de Pinho. Os meus colegas no ensino do português em Oxford, Dr.ª Madalena Gonçalves, Dr. Stephen Parkinson, Dr.ª Cláudia Pazos-Alonso e Dr. Carlos Rocha, também não hesitaram em ajudar-me nas tarefas mais árduas e complicadas. Durante o Congresso vários alunos e ex-alunos do Departamento de Português prestaram a sua colaboração: Dino Fontes, Kirstin Kennedy, Christina Langhorn e Paul Simpson. Finalmente, uma palavra de agradecimento às duas secretárias que produziram os milhares de documentos indispensáveis, Dr.ª Lisa Jefferson e Helen Watt.

Os textos das comunicações, agrupados em três grandes áreas temáticas, são apresentados por ordem alfabética de autores.

Oxford, Fevereiro de 1998

T. F. EARLE

(da Nota de Abertura)

 

ÍNDICE

TOMO I

 

NOTA DE ABERTURA .......... 7

MENSAGEM DE SUA EXCELÊNCIA O PRESIDENTE DA REPÚBLICA DE PORTUGAL, DOUTOR JORGE SAMPAIO .......... 9

ALOCUÇÃO DO PRESIDENTE DA COMISSÃO EXECUTIVA AO 6º CONGRESSO DA ASSOCIAÇÃO INTERNACIONAL DE LUSITANISTAS .......... 11
Helder Macedo

ALOCUÇÃO EM MEMÓRIA DO PROFESSOR R. A. LAWTON .......... 17
Christine Sauvage-Lawton

 

1. LINGUÍSTICA

 

MALEITAS E OUTROS ACHAQUES: TABU E EUFEMISMO NA NOMENCLATURA DAS DOENÇAS .......... 25
Maria Celeste Augusto

DOS “HERMÍNIOS” AO HESPÉRIDES — O MITO DE “SER PRIMEIRO” NO PROCESSO HISTÓRICO-CULTURAL DE CABO VERDE E NA LÍNGUA QUE E UMA PÁTRIA LUSÓFONA .......... 41
Maria Amélia Barreira

PRONÚNCIA DE NOMES PRÓPRIOS: O PROBLEMA GANDAVO OU GÃNDAVO .......... 53
Evanildo Bechara

A ESCRITA DO PORTUGUÊS ARCAICO E A FALSA NOÇÃO DE ORTOGRAFIA FONÉTICA .......... 57
Luiz Carlos Cagliari

A OCORRÊNCIA OU O APAGAMENTO DO NEXO PREPOSITIVO DE EM ESTRUTURAS COMPLETIVAS: REFLEXÕES SOBRE ALGUNS (DES)USOS NA FALA CULTA COIMBRA .......... 71
João Nuno P. Corrêa Cardoso

TERMINOLOGIA TÉCNICO-CIENTIFICA DO PORTUGUÊS: ASPECTOS DA PRODUTIVIDADE LEXICAL NUM CORPUS EM LSP .......... 81
Rosa Maria F. Queirós dos Santos Fréjaville

A GENERICIDADE DOS PROVÉRBIOS PORTUGUESES NA TEORIA E NA PRÁTICA .......... 103
Maria Gabriela Funk

MODO VERBAL E CLASSIFICAÇÃO SEMÂNTICA DOS VERBOS .......... 119
Eberhard Gartner

MODALIDADE EPISTÉMICA E QUANTIFICAÇÃO NOMINAL .......... 131
Birger Lohse

TENDÊNCIAS ATUAIS DA LINGUÍSTICA APLICADA NO BRASIL: A INTERAÇÃO ENTRE PESQUISADOR E PROFESSORES SOBRE A AÇÃO DA SALA DE AULA COMO INSTRUMENTO E LOCAL PARA REFLEXÃO .......... 143
Maria Cecília Camargo Magalhães

PRESENÇA DA LÍNGUA INGLESA NO LÉXICO CRIOULO DE CABO VERDE .......... 153
Celeste Pinto Costa Martins

CONSIDERAÇÕES SOBRE A FLUTUAÇÃO NO EMPREGO DO SUBJUNTIVO NO PORTUGUÊS DO BRASIL E SEU IMPACTO NO ENSINO DE ALUNOS DE PORTUGUÊS COMO SEGUNDA LÍNGUA .......... 169
Helena Martins e Vanise Medeiros

O DICIONARISTA BRASILEIRO FRANCISCO FERNANDES .......... 177
Lêda Terezinha Martins

ATRIBUIÇÃO DE ACENTO EM PORTUGUÊS ARCAICO .......... 183
Gladis Massini-Cagliari

HÁ MAIS UMA PEDRA NO MEIO DO CAMINHO DO PROCESSO ENSINO-APRENDIZAGEM: A QUESTÃO VOCABULAR .......... 207
Deusa Fonseca Raposo de Medeiros, Alice Maria Teixeira de Sabóia, Soraia Lima Arabi, Regimar Ferreira Dias, Maria Margarida Correa Leite Domingos, Sueli Dunck e Carlos Graciano J r.

PARA UM ESTATUTO DO PORTUGUÊS - LÍNGUA ESTRANGEIRA - ESTRATÉGIAS E DIFUSÃO DO SEU ENSINO: O CASO DA FRANÇA .......... 223
Solange Parvaux

PROPOSTA DE PERIODIZAÇÃO PARA A HISTÓRIA DO PORTUGUÊS BRASILEIRO .......... 229
Marlos de Barros Pessoa

QUADRO TEÓRICO PARA A COMPARAÇÃO DO ASPECTO VERBAL NO PORTUGUÊS E NO FRANCÊS .......... 247
Ana Cristina Petrov

A DINÂMICA LEXICAL DO CRIOULO PORTUGUÊS DA ÁFRICA .......... 255
Mariana Ploae-Hanganu

O INFINITIVO PREPOSICIONADO NAS CONTRUÇÓES SEMIPREDICATIVAS .......... 267
Larissa Semenova e Brian Franklin Head

RELATIVIZAÇÃO DA LÓGICA DA LÍNGUA MATERNA E ENSINO-APRENDIZAGEM DE UMA LÍNGUA ESTRANGEIRA: APLICAÇÃO A LÍNGUA PORTUGUESA .......... 273
Maria Fernanda Fernandes Tavares

 

2. LITERATURAS

 

DE CONVICÇÕES E HETERODOXIAS .......... 285
Benjamin Abdala Júnior

ILUMINISMO E GERMANISMO NA OBRA POÉTICA DA MARQUESA DE ALORNA .......... 293
Carlos d'Alge

IMPLICAÇÕES TEÓRICAS NO ESTUDO DAS DIMENSÕES REFERENCIAL E REPRESENTATIVA DE TEXTOS FICCIONAIS E AUTOBIOGRÁFICOS .......... 299
Júnia de Castro Magalhães Alves

A ESCRITA DA CIDADE EM UMA COROA DE NAVIOS .......... 307
Maria Theresa Abelha Alves

A HERANÇA DE CAMÕES NA POESIA MOÇAMBICANA .......... 313
Fernanda Angius

PERCEPÇÃO URBANA E LITERATURA .......... 329
Ane Shyrlei Araújo

“O PELOTE DOMINGUEIRO”: UM CONTRAFACTUM DE ANCHIETA (RESUMO) .......... 333
Vilma Arêas

SUBJECTIVIDADE, NAÇÃO E UTOPIA NA CRÓNICA DO TEMPO DE MARIA ISABEL BARRENO .......... 343
Fernando Arenas

OCTAVE FEUILLET, UMA INFLUENCIA FRANCESA DE MACHADO DE ASSIS .......... 351
Sílvia Maria Azevedo

A VOZ DO ESCRIBA: REFLEXÕES SOBRE O DISCURSO INTELECTUAL NAS ANTOLOGIAS DE CONTOS DE TRADIÇÃO ORAL .......... 359
Ana Beatriz Demarchi Barel

ADONIAS FILHO, UM CORPO VIVO NA LITERATURA BRASILEIRA .......... 367
Olívia Gomes Barradas

EÇA DE QUEIRÓS E A PROVÍNCIA DE SÃO PEDRO .......... 373
Carlos Alexandre Baumgarten

AMOR DE PERDIÇÃO: UMA NOVELA CINEMATOGRÁFICA .......... 379
Maria do Rosário Leitão Lupi Bello

EÇA DE QUEIRÓS E O BRASIL: UMA RELAÇÃO AMBÍGUA .......... 387
Beatriz Berrini

O CULTO DA COMIDA: DE QUE GOSTAM AS PERSONAGENS LITERÁRIAS PORTUGUESAS? .......... 399
Francesca Blockeel

A FORMA DO ROMANCE EM ÉRICO VERÍSSIMO .......... 407
Maria da Glória Bordini

A CONCEPÇÃO DE LÍNGUA DE SARAMAGO: O CONFRONTO ENTRE O DITO E O ESCRITO .......... 415
Mirian Rodrigues Braga

CHRISTINE DE PIZAN EM PORTUGAL: AS TRADUÇÕES DO LIVRE DES TROIS VERTUS .......... 423
Tobias Brandenberger

“NO MAN IS AN ISLAND”: A UNIVERSALIDADE DA FICÇÃO INSULAR DE ALAMO OLIVEIRA .......... 435
Almir de Campos Bruneti

MURILO RUBIÃO: ENTRE MITO E MODERNIDADE .......... 441
Albert von Brunn

O HERÉTICO E O SAGRADO EM MEMORIAL DO CONVENTO .......... 451
Fátima Bueno

VOLTAR ATRÁS PARA A FRENTE: A ELISÃO DA HISTÓRIA EM RICARDO REIS .......... 459
Helena Carvalhão Buescu

AINDA SOBRE A PARTIDA NO CANCIONEIRO GERAL DE GARCIA DE RESENDE .......... 467
Maria Isabel Morán Cabanas

HISTÓRIA DA LITERATURA, LITERATURA COMPARADA E CRÍTICA LITERÁRIA: FRÁGEIS FRONTEIRAS DISCIPLINARES .......... 485
Luiz Roberto Velloso Cairo

PATRÍCIA BINS: NOS CAMINHOS DA PAIXÃO .......... 495
Eliane Amaral Campello

NEM ESPLENDOR NEM SEPULTURA: DRUMMOND E CABRAL NA POESIA BRASILEIRA DO SÉCULO XX .......... 505
Maria do Carmo Campos

A LITERATURA PORTUGUESA NA ESCOLA DE 2º GRAU: TRADIÇÃO OU CONTEMPORANEIDADE? .......... 519
Maria Inês Batista Campos

ENTRE DOIS MUNDOS: COMPARATISMO E GLOBALIZAÇÃO .......... 527
Tânia Franco Carvalhal

CASAS PARDAS DE MARIA VELHO DA COSTA: A BUSCA DA SUBJECTIVIDADE SOB O SIGNO DO PAI .......... 533
Alix de Carvalho

JOSÉ DE ANCHIETA S.J.- POESIA E PROJETO CULTURAL .......... 543
Sílvio Castro

FICÇÃO BRASILEIRA PÓS-GUIMARÃES ROSA E O MUNDO RURAL .......... 551
Lígia Chiappini

CLARICE LISPECTOR: NO INTERVALO ENTRE O PRIMITIVO E O ULTRA-MODERNO .......... 559
Eliana Mara Chiossi

AS REVISTAS DA LIVRARIA DO GLOBO .......... 569
Elvo Clemente

“DÁ-ME A TUA MÃO” - A BUSCA DA ESSÊNCIA DO SER NA OBRA DE CLARICE LISPECTOR .......... 577
Manuela Cook

UM OLHAR SOBRE A MÚSICA EM OS SINOS DA AGONIA .......... 583
Viviane Cunha

O CARPE DIEM E A BREVIDADE DA ROSA NOS SONETOS DE CAMÕES .......... 587
José Manuel Dasilva

FRANZ HINCKER E A IMAGEM DA “BOA ALEMANHA” NO ROMANCE VOLFRÂMIO (1944) DE AQUILINO RIBEIRO .......... 607
Maria Manuela Gouveia Delille

ITINERÁRIO DE UMA LENDA: A MULHER DE BRANCO .......... 615
Graça Silva Dias

CAMÕES E DRUMMOND AS “VOLTAS” COM O EXPERIMENTALISMO VERBAL: UMA LEITURA INTERTEXTUAL .......... 625
Maria Heloísa Martins Dias

FRONTEIRAS, OU, POR OUTRAS PALAVRAS, O JARDIM SEM LIMITES DE LÍDIA JORGE .......... 631
Elfriede Engelmayer

O RISO PÓS-MODERNISTA .......... 637
Ana Margarida Falcão

“MALHAS QUE O IMPÉRIO TECE”: LITERATURA COLONIALISTA E MULHERES NO ESTADO NOVO .......... 647
Ana Paula Ferreira

 

TOMO II

 

IRENE GIL, REDACTORA DA “PÁGINA DA MULHER” .......... 657
Maria Isabel Vale Ferreira

A SEMÂNTICA DO ESPAÇO NO ROMANCE PARA SEMPRE DE VERGÍLIO FERREIRA .......... 669
Maria do Céu Fialho

PERSPECTIVAS DE LEITURA DO ROMANCE DE LIMA BARRETO .......... 679
Maria do Carmo Lanna Figueiredo

O TEXTO-LABIRINTO E A PRESENÇA DO LEITOR EM VERGÍLIO FERREIRA E JOSÉ SARAMAGO .......... 687
Suely Fadul Villibor Flory

OLAVO BILAC E A UNIDADE DO BRASIL REPUBLICANO .......... 697
Paulo Franchetti

AUTOBIOGRAFIA E FICÇÃO .......... 707
Luísa Mellid Franco

AGOUROS E OPORTUNIDADES: A JANGADA DE PEDRA DE JOSÉ SARAMAGO E O PAÍS DESCONHECIDO .......... 713
David G. Frier

INDIVIDUALIDADE E COLECTIVIDADE EM DOIS NOS NA NOITE DE CUTI .......... 721
John Rex Amuzu Gadzekpo

O OLHAR ÉPICO NO PORTUGAL DO SÉCULO XVI .......... 731
Maria Helena Nery Garcez

O CANCIONEIRO DE RESENDE E A URDIDURA DO SIGNO BARROCO .......... 739
Maria dos Prazeres Gomes

A ARTE DE ANDAR NAS RUAS DE LISBOA E DO RIO DE JANEIRO .......... 745
Renato Cordeiro Gomes

TERESA VEIGA E FLORBELA ESPANCA: UM ENCONTRO COM A LITERATURA .......... 753
Maria Madalena Gonçalves

BIOGRAFAR CLARICE LISPECTOR .......... 765
Nádia Battella Gotlib

A MULHER, O AMANTE, O MARIDO E O INFANTE .......... 773
Ana Paula Guimarães

A CONSTRUÇÃO DO REAL NA FICÇÃO PORTUGUESA .......... 785
Maria Lúcia Fernandes Guelfi

A TEMÁTICA NOS CONTOS DE MIA COUTO .......... 791
Maria Guterres

A BARCA DE EXU .......... 797
Angeluccia Bernardes Habert

OS LUSÍADAS E A PEREGRINAÇÃO: QUESTÃO DE GÉNERO .......... 809
Thomas R. Hart

FERNANDO PESSOA E CARL GUSTAV JUNG .......... 813
Marie Havlíková

CORPO E MODERNIDADE: UMA ÓPTICA LITERÁRIA .......... 819
Telénia Hill

INFLUENCIA OU INTERTEXTUALIDADE? A RELAÇÃO LITERÁRIA DE TEIXEIRA DE PASCOAES COM OLIVEIRA MARTINS .......... 827
John Michael Hobbs

O DISCURSO INDIRECTO LIVRE DE EÇA DE QUEIRÓS .......... 841
Martin Hummel

OS MURMÚRIOS DA IDENTIDADE EM DOIS ROMANCES DE LÍDIA JORGE .......... 857
Ana Paula Jordão

CAMÕES E SARBIEVIUS — OS POETAS ÉPICOS NOS CONFINS DE LATINIDADE .......... 865
Anna Kalewska

A PEREGRINAÇÃO DE FERNÃO MENDES PINTO REVISITADA: ADAPTAÇÕES E CENSURA EM CONTEXTO .......... 881
Alcina Lajes

O QUE FAZ A ALMA PODER SER DE HEROE: SOBRE O CONCEITO DE HERÓI NA MENSAGEM DE FERNANDO PESSOA .......... 889
Ingemai Larsen

DAVID MOURÃO-FERREIRA: UM AMOR FELIZ, OU A FELIZ SUBVERSÃO .DO ROMANCE DE AMOR .......... 895
Flora Larsson

ATUAIS PERSPECTIVAS EM EDUCAÇÃO LITERÁRIA NO BRASIL .......... 901
Cyana Leahy-Dios

DOIS DESAFIOS — DOIS MUNDOS - RELER A IDADE MÉDIA “ESCRITA” ATRAVÉS DA ORALIDADE .......... 907
Ria Lemaire

UM EXEMPLO DE TRADUÇÃO-SEDUÇÃO: A TRADUÇÃO FRANCESA DE HÚMUS DE RAUL BRANDÃO: HUMUS. ANÁLISE SEMÂNTICA E ESTILÍSTICA .......... 917
Florence Lévi

JORNALISMO: CRÔNICA E ILUSTRAÇÃO NA PASSAGEM PARA 1922 .......... 927
Orna Messer Levin

SARAMAGO PÓS-MODERNO OU TALVEZ NÃO .......... 933
Isabel Pires de Lima

“A CATEDRAL”: UMA LEITURA INTERSEMIÓTICA .......... 943
Danilo Lôbo

O LIVRO DAS AVES: UMA CONTRIBUIÇÃO PARA O CONHECIMENTO DA LITERATURA PORTUGUESA MEDIEVAL .......... 951
Hilda Orquídea Hartmann Lontra

O DIÁRIO DE LEITURAS: A INTRODUÇÃO DE UM NOVO GÉNERO NA ESCOLA .......... 961
Anna Rachel Machado

O JOGO DAS CITAÇÕES: A ENCENAÇÃO ESTÉTICO-DISCURSIVA NOS SERMÕES DO PE. ANTÓNIO VIEIRA .......... 969
Irene A. Machado

MEMÓRIA, MODOS DE USAR: TEIXEIRA-GOMES E NABOKOV .......... 981
Ana C. Madureira

LITERATURA CABOVERDEANA: ENTRE O SER E O ESTAR .......... 989
Maria Armandina Cruz Maia

MONIZ BARRETO: CARTAS A OLIVEIRA LIMA .......... 995
Teresa M. Malatian

LISBOA, LISBOAS: OUTRAS ROTAS, OUTRAS VIAGENS EM BUSCA DA LEGIBILIDADE DA CIDADE .......... 1003
Izabel Margato

O ROMANCE HISTÓRICO PÓS-MODERNO EM PORTUGAL .......... 1011
Maria de Fátima Marinho

DA ARCADIA A SÓBOLOS RIOS .......... 1023
Rita Marnoto

NAVEGANDO PELO RIO DAS AMAZONAS: IMAGENS DE GÉNERO NAS CRÓNICAS DE VIAGEM .......... 1045
Maria Izilda S. de Matos

FANTASMAS DE PESSOA: AMAT, SARAMAGO, TABUCCHI .......... 1061
Paulo de Medeiros

ANCHIETA: CATEQUESE, IDEOLOGIA E MISSÃO .......... 1071
Dulce Maria Viana Mindlin

AUTENTICIDADE E AUTOFICÇÃO NO DIÁRIO DE MIGUEL TORGA .......... 1079
Assunção Morais Monteiro

A VISÃO EUROPEIA SOBRE O BRASIL: OS PORTUGUESES E A LITERATURA BRASILEIRA NO SÉCULO XIX .......... 1089
Maria Eunice Moreira

IDÉIAS DO BRASIL, IMAGENS DE NAÇÃO .......... 1097
Terezinha Taborda Moreira

HISTÓRIA DOS MILAGRES DO ROSÁRIO: DIÁLOGO E NARRAÇÃO — ALGUMAS CONFLUÊNCIAS .......... 1105
Maria Teresa Nascimento

POESIA E TECNOLOGIA: A EXPERIÊNCIA LUSÓFONA .......... 1113
Arlindo Machado Neto

LINGUAGEM POÉTICA E LINGUAGEM CIENTÍFICA: A POESIA DE CAMILO PESSANHA E A TEORIA DO CONHECIMENTO KANTIANA .......... 1125
João Augusto Máttar Neto

OS SENTIDOS E O SENTIDO DE HUMOR EM FREI SIMÃO ANTÓNIO DE SANTA CATARINA .......... 1133
Natália Nogueira

JOÃO DE MELO: PAIXÕES DE UM DICIONÁRIO FICCIONAL .......... 1145
Anabela Dinis Branco de Oliveira

FERNANDO PESSOA E O SAUDOSISMO: A NOVA POESIA PORTUGUESA EM A ÁGUIA .......... 1157
Paulo Fernando da Motta de Oliveira

RELENDO JAMES JOYCE A LUZ DE LISPECTOR: UMA COMPARAÇÃO DE “ OS MORTOS” E “A PARTIDA DO TREM” .......... 1169
Hilary Owen

LITERATURAS AFRICANAS E PÓS-MODERNISMO: UMA INDAGAÇÃO .......... 1177
Laura Cavalcante Padilha

COZINHAR E CONTAR UMA HISTÓRIA: O IMAGINÁRIO ALIMENTAR EM GIL VICENTE 1187
Maria José Palla

RETRATO A PRETO. A COR COMO UM ELEMENTO DE “BRASILIDADE” EM ALGUNS ROMANCES BRASILEIROS DA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX .......... 1201
Maria do Carmo Villarino Pardo

A VOZ DO PODER E O PODER DA VOZ EM A COSTA DOS MURMÚRIOS .......... 1211
Cláudia Pazos Alonso

A DUPLA IRONIA DE GARCIA MONTEIRO .......... 1219
Carlos Jorge Pereira

ASNO OU TIRANO? A LEI NAS ÓPERAS DE ANTÓNIO JOSÉ DA SILVA .......... 1227
Juliet Perkins

A CIDADE MALDITA .......... 1235
Sandra Jatahy Pesavento

A FICÇÃO DE JOSÉ CARDOSO PIRES A LUZ DA PÓS-MODERNIDADE .......... 1249
Petar Petrov

FÓRMULAS DE EXPRESSÃO CRONOTÓPICA N'OS LUSÍADAS .......... 1257
Sebastião Tavares de Pinho

OLHARES PORTUGUESES SOBRE A ÁFRICA .......... 1269
Ilse Pollack

SENTIMENTO E RESSENTIMENTO DUM OCIDENTAL .......... 1281
Carmo Ponte

INTRODUÇÃO A UMA LEITURA SEMIÓTICA DA CARTA DE PÊRO VAZ DE CAMINHA .......... 1289
Corneliu Popa

JOSÉ SARAMAGO: DA LITERATURA A ÉTICA. (UMA APROXIMAÇÃO AO LIVRO ENSAIO SOBRE A CEGUEIRA) .......... 1295
Maria Josefa Postigo

 

TOMO III

JOÃO BARBOSA DE ARAÚJO, UM MITÓGRAFO PORTUGUÊS DOS SÉCULOS XVII—XVIII: A PRESENÇA DAS CIÊNCIAS OCULTAS NA SUA OBRA .......... 1305
Maria Helena de Teves Costa Ureña Prieto

O MAR NA LÍRICA MEDIEVAL GALEGO-PORTUGUESA .......... 1321
Anne-Marie Quint

O FASCÍNIO DAS JANELAS .......... 1331
Diva Valente Rebelo

LÍNGUA E IDENTIDADE NACIONAL: QUATRO ESCRITORES LUSÓFONOS .......... 1337
Luís de Sousa Rebelo

O ROMANCE ACADÉMICO: SIGNIFICADO CULTURAL DA SUA PRESENÇA OU AUSÊNCIA COMO SUBGÉNERO .......... 1345
Maria Filipa Palma dos Reis

O DESPERTAR DE EVA: A MULHER NA FICÇÃO DE JOSÉ CARDOSO PIRES .......... 1361
Maria Luíza Ritzel Remédios

METAFICÇÃO NUM CONTO DE JOSÉ CARDOSO PIRES .......... 1373
Lúcia Maria Moutinho Ribeiro

DO POEMA AO IDIOLETO CABRALINO: A VIDA DE UMA ESCRITURA .......... 1379
Magdelaine Ribeiro

ALMEIDA GARRE'IT E ALEXANDRE PUCHKINE .......... 1385
André Rodosski

CAMPO E CIDADE: CONFRONTOS COM A MODERNIDADE .......... 1389
Goiamérico Felício Carneiro dos Santos

A CONSTRUÇÃO DAS VOZES FUTURAS: UMA VISÃO PROSPECTIVA DA LITERATURA ORAL .......... 1401
Idelette Muzart-Fonseca dos Santos

“NEGAÇAS E ESPANTALHOS .......... ”: ARTE DE CONTAR COMO ARTE DE VIAJAR NA LITERATURA PORTUGUESA DE VIAGENS AO BRASIL (MEADOS DO SÉCULO XVI - INICIO DO SÉCULO XVII). DO EXÓTICO AO ENDÓTICO .......... 1409
Ilda dos Santos

A CORRESPONDÊNCIA DE JOSÉ DE ANCHIETA: DOCUMENTO E FICÇÃO .......... 1429
Matildes Demétrio dos Santos

A ALEGORIA DE KIANDA E O OLHAR “MELANCOLÉRICO” DE PEPETELA .......... 1437
Carmen Lucia Tindó Ribeiro Secco

DOM CASMURRO: A LOUCURA OBLÍQUA E DISSIMULADA .......... 1445
Marta de Senna

O CONCEITO RELIGIOSO DE “REINO” EM GIL VICENTE .......... 1451
José Alberto Lopes da Silva

A BIBLIOTECA GALEGA DE FIALHO DE ALMEIDA .......... 1463
Maria de Lourdes Carita S. Silva

MÚSICA E ÓPERA EM O PRIMO BASÍLIO: ESTRATÉGIAS DA NARRATIVA .......... 1475
Marisa Corrêa Silva

VIA CRUCIS DO CORPO E DA ALMA: UM ESTUDO DA PAIXÃO FEMININA .......... 1485
Paulo César Andrade da Silva

A CIDADE E AS SERRAS: ROMANTISMO EXTEMPORÂNEO? .......... 1491
Teresa Cristina Cerdeira da Silva

MOVIDOS PELO AMOR (OS SUPLICANTES) .......... 1499
Jorge Fernandes da Silveira

DOS AFECTOS QUE INSPIRAM AS HEROÍNAS DE TRÊS ROMANCES DE FLAUBERT, EÇA E KATE CHOPIN .......... 1507
Leonor Simas-Almeida

IMAGENS ECOLÓGICAS DO DESEJO NA POESIA BRASILEIRA E PORTUGUESA CONTEMPORÂNEAS .......... 1515
Angélica Soares

GRANDE SERTÃO: VEREDAS E A TRADIÇÃO FICCIONAL BRASILEIRA .......... 1523
Cláudia Campos Soares

VINGANÇA PREMEDITADA: CAMÕES NA FICÇÃO PORTUGUESA (1974-1990) .......... 1531
Irwin Stern

MEMÓRIA, HISTÓRIA E LITERATURA BRASILEIRA: MINHA VIDA DE MENINA DE HELENA MORLEY .......... 1541
Maria Luíza Cyrino Valle

DRAMA HISTÓRICO PORTUGUÊS (1836-56): ENQUADRAMENTO TEÓRICO .......... 1547
Ana Isabel Vasconcelos

A SÍNDROMA DO SATI NA LITERATURA PORTUGUESA .......... 1563
Selma de Vieira Velho

A MEMÓRIA COMO CONSTRUÇÃO EM DOM CASMURRO .......... 1575
Maria José Motta Viana

O CONTO “AS FORMIGAS”, DE LYGIA FAGUNDES TELLES, E O MITO DE AMOR E PSIQUÊ .......... 1579
Elza Wagner-Carrozza

FRAGMENTOS CINEMATOGRÁFICOS: FICÇÃO E POESIA PAU BRASIL — OSWALD DE ANDRADE E BLAISE CENDRARS .......... 1587
Erdmute Wenzel White

NARRATIVA DE AUTORIA FEMININA NA LITERATURA BRASILEIRA: AS MARCAS DA TRAJETÓRIA .......... 1597
Elódia Xavier

A VELHA CASA: A DIALÉTICA DO PODER — PERMANÊNCIA E RUPTURA .......... 1603
Therezinha de Lourdes Coelho Zilli

 

3. CULTURA E HISTÓRIA

CULTURA CATÓLICA — REPRESENTAÇÃO DE REPRESSÃO .......... 1611
Maria de Lourdes Beldi de Alcântara

SOBRE A REVOLUÇÃO DA EXPERIÊNCIA EM PORTUGAL: NA PISTA DO CONCEITO DE “EXPERIÊNCIA A MADRE DAS COUSAS” .......... 1617
Onésimo T. Almeida

“DEUS, PÁTRIA E FAMÍLIA” NO ULTRAMAR PORTUGUÊS - UM CASO DE ASSIMILAÇÃO CULTURAL: JOSÉ ROLDÃO FRENTE A LEI DO INDIGENATO .......... 1627
Matteo Angius

O MODELO DO PRÍNCIPE CRISTÃO: UMA TRADUÇÃO QUINHENTISTA INÉDITA .......... 1643
Ana Isabel Buescu

A RAINHA MATHILDE, CONDESSA DE FLANDRES E PRINCESA DE PORTUGAL .......... 1653
Ariel Castro

SOBRE O PARADIGMA POLÍTICO PÓS-MODERNO .......... 1667
Carlos Ceia

VÍTIMAS E MATADORES: RETRATOS DA VIOLÊNCIA COTIDIANA EM S. PAULO, BRASIL .......... 1673
Márcia Regina da Costa

A PORTUGALIDADE DO SEBASTIANISMO .......... 1691
Jef van Egmond

HOMEOPATIA E CIÊNCIA IMPERIAL: A ROTA DA COLISÃO .......... 1701
Fernando Antônio Faria

POLÍTICA DE GUERRA, POLÍTICA DE SEXO: OS CASAIS AÇORIANOS NA DEFESA DO SUL DO BRASIL .......... 1715
Maria Bernardete Ramos Flores

UM GRANDE HISTORIADOR ROMENO SOBRE PORTUGAL DO COMEÇO DO SÉCULO XX: NICOLAE IORGA .......... 1725
Micaela Ghitescu

A POTUGUI YAZAUIN, UMA CRÓNICA BIRMANE SOBRE OS DESCOBRIMENTOS PORTUGUESES .......... 1731
Maria Ana Marques Guedes

O DISCURSO DA LUSITANIDADE NA CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE POLÍTICA SULRIOGRANDENSE .......... 1743
Ieda Gutfreind

SENZALA DELENDA EST. CATOLICISMO VERSUS UMBANDA: LUTAS DE REPRESENTAÇÃO E IDENTIDADE NACIONAL NO BRASIL .......... 1749
Artur César Isaía

A ESPANTOSA HISTÓRIA DA EXPANSÃO PORTUGUESA NA AMÉRICA DO SUL .......... 1759
Janina Z. Klawe

CULTURA E LUSOFONIA OU OS TRÊS ANÉIS .......... 1769
Eduardo Lourenço

RECEPÇÃO E EFEITOS CULTURAIS DAS COMEMORAÇÕES DO V CENTENÁRIO DO TRATADO DE TORDESILHAS .......... 1777
Maria Luísa Másgreño

O FIM DAS ILUSÕES: IMIGRAÇÃO, POBREZA E EXPULSÃO (RIO DE JANEIRO — 1907/1930) 1783
Lená Medeiros de Menezes

“ITE, INFLAMATE OMNIA”, OU NAS PEGADAS DE INÁCIO .......... 1791
Dulce Maria Viana Mindlin

DESCENDENTES-TETRANETOS DE TIRADENTES .......... 1799
Luiz de Oliveira

DUAS BANDEIRAS PARA BEM DUM FUTURO POSITIVO .......... 1805
Monique Dupuis de Oliveira

O CATOLICISMO MINORITÁRIO DE ALEXANDRE HERCULANO .......... 1815
Marie-Helene Piwnik

A PRESENÇA PORTUGUESA NA ÁREA DO PRATA: SÉCULOS XVIII E XIX .......... 1825
Heloísa Jochims Reichel

CARLOS GOMES E O SAGRADO LUSO-AMAZÔNICO .......... 1831
José Ubiratan da Silva Rosário

NEOLIBERALISMO: ANGÚSTIAS, MISTÉRIOS E ENCANTAMENTOS NESTE FIM DE SÉCULO .......... 1841
Edna Maria dos Santos

IGREJA E PODER: A REFORMULAÇÃO DA CULTURA RELIGIOSA POPULAR .......... 1843
Élio Cantalício Serpa

IMPRENSA PERIÓDICA, LIVROS E LEITURAS: O DISCURSO PRESCRITIVO DA IGREJA CATÓLICA E AS ESTRATÉGIAS DE (CON)FORMAÇÃO DOS LEITORES (1920/1950) .......... 1853
Cynthia Pereira de Sousa

MALAGRIDA: CONFLITOS ENTRE A COMPANHIA DE JESUS E O ESTADO PORTUGUÊS 1867
Célia Cristina da Silva Tavares

PRINCÍPIOS E INCENTIVOS NECESSÁRIOS AO ESPAÇO LUSÓFONO .......... 1877
José Octávio Serra Van-Dúnem

O ABANDONO DE CRIANÇAS NO BRASIL E EM PORTUGAL NOS SÉCULOS XVIII E XIX .......... 1881
Renato Pinto Venâncio

O TESTAMENTO DA INFANTA D. ISABEL MARIA, LISBOA 1876 .......... 1887
Michael E. Williams

DE CLIO PARA CALÍOPE; OU: QUANDO A HISTÓRIA SE FAZ NA VOZ DE SEUS AGENTES .......... 1895
Regina Zilberman

Capa para Actas do Quinto Congresso da Associação Internacional de Lusitanistas: Oxford, 1 a 8 de Setembro de 1996